As irmãs Celia e Celma lançam novo trabalho pela produtora e gravadora Kuarup. O projeto que nasceu de um show ao vivo gravado no teatro Itália com vários convidados celebra os 50 anos de carreira de uma das duplas mais queridas do Brasil. O álbum 50 anos – Duas Vidas Pela Arte Ao Vivo traz clássicos da música brasileira de diversos compositores, ritmos e gêneros. O álbum que passeia por eternas canções brasileiras em quatorze faixas conta com a produção musical de Thiago Marques Luiz e tem as participações especiais do cantor Simoninha em A Saudade Mata A Gente e Sá Marina, eternizada por Wilson Simonal, pai do músico, da cantora Claudette Soares em Até Quem Sabe, sucesso com João Donato. Força Estranha, clássico de Caetano Veloso ganha a participação de Altemar Dutra Jr, filho do saudoso cantor Altemar Dutra. As Galvão participam da faixa Beijinho Doce que consagrou as irmãs e aqui em dueto com Celia e Celma. O cantor Renato Teixeira é o convidado no seu clássico Romaria e em Pé de Ipê, composição de Tonico, da eterna dupla Tonico e Tinoco. No disco destaque para as gravações de Brasil Poeira, canção de Almir Sater e Renato Teixeira, Vem Quente Que Eu Estou Fervendo, sucesso com Erasmo Carlos, Casinha Branca, de Gilson e No Rancho Fundo, clássico de Ary Barroso que representa tão bem o povo brasileiro.

Voltar