Já está disponível nas plataformas digitais o disco Desse Modo, sexto trabalho de carreira do arranjador e pianista mineiro Márcio Hallack, álbum lançado pela produtora e gravadora Kuarup. Com cinco discos lançados e premiado em duas edições do BDMG Instrumental além de indicação ao Prêmio Tim de 2003, o compositor assina os arranjos do novo trabalho e presta homenagem a importantes nomes da nossa MPB, aqui numa versão estritamente instrumental.
O disco traz na formação um trio formado por Márcio Hallack no piano, Éneas Xavier no baixo acústico e Esdras Ferreira, o Neném, na bateria, apresentando convidados em algumas faixas. Para os compositores mineiros escolheu Tudo Que Você Podia Ser, de Lô e Marcio Borges, imortalizada por Milton Nascimento no disco Clube da Esquina de 1972. Aqui vale lembrar que em seu álbum anterior, Piano Solo, Choros e Canções de 2010, o músico já mostrava sua genial capacidade em um arranjo para a melodia Cravo e Canela, clássico de Milton Nascimento, que recebe neste trabalho uma versão em 5/4, que quer dizer uma concepção de ritmo diferente.
A versão original é cantada e agora com Márcio Hallack recebe uma interpretação instrumental. Outro clássico de Milton Nascimento recebe uma versão especial de Márcio Mallack é Novena, composta em parceria com o músico Márcio Borges, outro integrante do Clube da Esquina, que recebe a participação especial do músico Chico Amaral no saxofone. Em Dia de Santo Antônio o músico homenageia Edu Lobo numa linda condução a duas vozes com clarinete e flauta em G. Na faixa To Ron e Desse Modo, que tem participação do músico Zé Canuto, que dá título ao CD, presta sua reverência ao compositor norte-americano Ron Miller, de quem buscou influências modais, que são tipos de concepções para compor. A faixa Samba do Brecker, que tem a participação do saxofonista Afonso Cláudio, o AC, é uma grata composição para o saudoso saxofonista de jazz norte-americano Michael Brecker, aludindo a brincadeira com samba de breque. Guinga é celebrado na música Chorin, um choro lento com clarinete, cello e piano. No CD Piano Solo, Choros e Canções o violonista carioca já havia participado na faixa Moda Pro Cacaso, sendo uma referência para Márcio Hallack conforme cita o mesmo. Valsi é outra composição de Márcio Hallack que tem endereço musical certo. É um tributo ao compositor, arranjador e maestro pernambucano Moacir Santos. A faixa Tree reverencia o seu grande mestre, o músico e multi-instrumentista alagoano Hermeto Pascoal. Brecker No Rio, melodia que fecha o disco recebe a participação do contrabaixista Adriano Giffoni e Afonso Cláudio, o AC, no saxofone.

Voltar